Programa vai beneficiar 200 famílias com produtos da agricultura familiar

PMT
I033192.JPG
Programa de Aquisição de Alimentos

A Prefeitura de Timóteo por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura lançou nesta quinta-feira (18) o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que vai beneficiar 200 famílias em vulnerabilidade alimentar. O programa vai incentivar também a agricultura familiar no Município, já que os produtos que serão repassados às famílias serão produzidos pelos produtores da Associação dos Agricultores Familiares de Timóteo (Agrifat).

Serão destinados R$ 970 mil recursos destinados pelo Ministério da Cidadania a 65 produtores da agricultura familiar. Como Timóteo não possui essa quantidade de produtores foi aberto um edital para a aquisição de alimentos junto a entidades dos municípios de Antônio Dias, Marliéria, Iapu, São João do Oriente e Dionísio. 

Para o presidente da Agrifat, Ailton Lopes de Souza, o programa é bem-vindo para escoar parte da produção da entidade que também fornece produtos para a merenda escolar de Timóteo. Cada produtor receberá até R$ 15 mil pelos itens fornecidos que incluem verduras, legumes, frutas, bolos, pães e rosquinhas. “O bom é que os recursos vão ficar aqui na própria cidade e na região o que faz com que a economia local se movimente também”, citou Ailton Lopes.

O programa vai beneficiar 200 famílias em vulnerabilidade alimentar. Para isso o programa conta com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e do Instituto Presbiteriano Êxodo; Instituto Presbiteriano Nova Vida e APAE que indicaram as famílias a serem contempladas.

Segundo o presidente o Instituto Presbiteriano Nova Vida, Gladston Xeique, o programa chega em boa hora para atender as necessidades alimentares das famílias necessitadas.  “É uma alegria essa possibilidade de ajudar essas famílias, principalmente num momento de transição que é o início de ano”, pontuou o presidente da entidade.

Lançado na quadra do CMEI-EJA, no Centro Norte, o programa contou com a presença do prefeito Douglas Willkys; do vice-prefeito e secretário de Educação José Vespasiano Cassemiro - professor Vespa; dos secretários municipais Hiler Félix (Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura), Eduardo Morais (Governo e Comunicação), Simone Araújo (Administração e Gestão), representantes de diversas órgãos públicos, da EMATER, APAE, Instituto Presbiteriano Nova Vida, do Banco do Brasil e agricultores familiares, dentre outros.

O secretário Hiler Félix reforçou que a iniciativa foi “realizada a várias mãos” e que ela vai beneficiar as famílias em vulnerabilidade e, ao mesmo tempo, gerar renda para os agricultores. “Esse sonho de fortalecer a agricultura familiar em Timóteo era uma proposta que tornamos realidade após assumirmos a administração municipal em julho de 2018. Para quem não se lembra o município estava sem convênio com a Emater há 7 anos e assim que o prefeito Douglas tomou posse ele determinou que retomássemos essa parceria que está gerando muitos resultados positivos em nossa cidade”, destacou Hiler Félix.

Na sua intervenção, o Professor Vespa foi na mesma linha ao destacar o resgate do convênio com a EMATER “que era uma entidade que estava afastada da vida de Timóteo, mas que possui uma importância fantástica”. “Tenho que agradecer ao prefeito Douglas por enriquecer a minha história. Sou testemunha do trabalho sério que resgatou a credibilidade da nossa cidade. E uma dessas ações é a valorização das famílias que vivem da agricultura familiar. Nossa gestão defende políticas públicas para melhorar a qualidade de vida da população”, enfatizou Professor Vespa.

O prefeito Douglas Willkys, por sua vez, mencionou que o Município tem trabalhado em parceria nos mais diversos segmentos para promover de fato políticas públicas que cheguem a quem precisa de fato. Ele lamentou o fato de gestões anteriores à sua terem encerrado a parceria com a Emater, sem contar os outros problemas encontrados em virtude dos 12 anos de instabilidade política administrativa que cidade viveu. “Ao longo dos últimos anos tivemos que sanar dívidas herdadas entre as quais com a própria Emater”, disse.

Em contrapartida, Douglas ressaltou que nesses mais de cinco anos da sua gestão o saldo de novas empresas e da geração de empregos é positivo, ao contrário dos sete anos negativos anteriores à atual gestão. “Quando retomamos as políticas públicas os resultados apareceram. E hoje é com alegria que iniciamos mais esse projeto de compras junto aos agricultores familiares assegurando mais renda e ao mesmo tempo suprindo uma carência de 200 famílias que estão em vulnerabilidade”, concluiu Douglas Wilkkys. 

Fonte : PMT

Compartilhe:

Galeria de Imagem